Após Taylor Swift relatar seu despontamento com a venda de seu catálogo à Scooter Braun, uma série de pessoas envolvidas no acordo começaram a se pronunciar, incluindo a esposa do empresário que afirmou que a Taylor sabia sobre a compra antecipadamente e, supostamente, estaria se fazendo de vítima, pois seu pai, Scott Swift, é um dos acionistas da Big Machine Records.

Porém, um porta-voz de Taylor acaba de esclarecer à PEOPLE que Taylor só soube da notícia hoje quando acordou.

“Scott Swift não está no conselho de diretores [da gravadora] e nunca esteve. 

Em 25 de junho, houve uma ligação entre acionistas que Scott Swift não participou devido a um contrato de confidencialidade muito rigoroso que resguardou todos os participantes e proibia qualquer discussão de informações sobre essa reunião com risco de multa severa.

O pai dela não participou dessa ligação, pois não queria ser obrigado a reter qualquer informação de sua própria filha. 

Taylor descobriu nos noticiários quando acordou, antes de ver qualquer mensagem de Scott Borchetta. Ele também sequer ligou para ela antes.”

vídeo em destaque
siga nosso twitter
curta nossa página
instagram feed
parceiros
Taylor Swift News Brasil Todos os direitos reservados
error: Content is protected !!