Sejam bem-vindes Pop Swift Brasil! Nosso site não tem nenhum tipo de contato com a Taylor, sua família, amigos ou representantes. Todo conteúdo posto aqui é exclusivo de PSBR! Caso pegue algo, deem os devidos créditos. Site de fã para fã sem fins lucrativos.

post por: Camila Silva Castro | 13 de dezembro, 2021
Parabéns Taylor Swift, que hoje faz, 32 aninhos.

Hoje dia 13 de Dezembro de 2021, nossa loirinha a Taylor Swift esta fazendo aniversário e completando mais um ano de vida. Ela nos enche de orgulho e nos encoraja a correr atrás dos nossos sonhos e jamais desistir daquilo que acreditamos, Swift é muito mais do que cantora.

Ela é compositora, diretora e outras coisas mais, hoje é dia de celebrar a vida dela e sua importante para todos nos fãs e o PSBR fará diversas homenagens a ela em nossas redes sociais e no site.

FOTO: ARQUIVO.

Taylor Alison Swift, nasceu no dia 13 de 1989 na cidade West Reading na Pensilvânia, seus pais são Andrea Swift e Scott Kingsley Swift. Taylor também tem um irmão o Austin Swift ele não seguiu os passos da irmã, e foi foi para carreira de ator e produtor.

FOTO: TAYLOT E SUA MÃE ANDREA.

Com suas composições que retratam a realidade, as desilusões amorosas a Taylor Swift explodiu como cantora, mais isso não foi fácil e tudo foi com maior esforço dela mesma e sues pais. Eles moravam na West Reading na Pensilvânia, porém precisaram se mudar para Nashville aos 14 anos de idade, para que ela pudesse seguir seu sonho de ser cantora de música country.

No ano de 2004 Swift assina contrato de composição com a Sony/ATV Music Publishing e 2004 e em 2005 um outro contrato, só que desta vez de gravação com a Big Machine Records, a onde ela permaneceu até dia 19 de novembro de 2018. Durante essa longa passagem de 12 anos, Taylor em sua estreia como cantora e compositora lançou o álbum “Taylor Swift” em 2006 e fez um grande sucesso de vendas e foi campeão, que permaneceu por mais tempo nas paradas da Billboard 200.

FOTO; ARQUIVO.

O sucesso da Taylor Swift na música é incontestável, e ninguém pode duvidar que ela, sempre irá surpreender os que ainda pensam que ela não faz sucesso ou que suas canções não vendem, ela é fenômeno em tudo que faz campeã de vendas, lota estádios, esgota ingressos em minutos, tudo que ela faz é sucesso e sabe disso. Ela luta pela causas que acha certa, nos encoraja e sempre esta em contato com os seus fãs e amamos isso, quer dizer amamos ela rs.

Hoje iniciamos um dia inteiro de matérias especiais sobre Taylor, logo mais tem matéria com a Isabela que vai trazer uma retrospectiva de seus trabalhos musicais, e fiquem ligados (a) em nossas redes sociais, que lá também esta super especial. Beijinhos anjos.

Aconteceu hoje dia 23 de maio de 2021, a premiação “Billboard Music Awards 2021” e a Taylor Swift foi indicada a quatro categorias, além disso ela venceu apenas em duas que foram : “Top Female Artist” e” Top Billboard 200 Artist”.

Cantora também superou o rapper Drake, e passando a ser a artista mais premiada na catégoria ” Top Billboard 200 Artist”. Não aconteceu nenhuma apreciação dela, como alguns portais estavam especulando.

post por: Camila Silva Castro | 17 de outubro, 2020
Taylor Swift participará de premiação country saiba mais.

Acontecerá na próxima quarta-feira a premiação CMT Music Awards 2020, o vento terá a presença da Taylor Swift, Demi Lovato, Katy Perry e Kelly Clarson. Nossa loirinha não está concorrendo a nenhuma categoria, mais nossa equipe apurou que a cantora pode trazer uma novidade neste dia.

Além disso, o programa pode não ser ao vivo e sim pré gravado. Mais informações a qualquer momento em nossas redes sociais.

Até esta semana, Taylor Swift havia executado suas campanhas de álbuns com todo o planejamento meticuloso de um general militar. As pistas foram descartadas com meses de antecedência; havia ovos de páscoa, quebra-cabeças de figuras e referências obscuras das mídias sociais. Para o seu oitavo álbum, anunciado com menos de 24 horas de antecedência, tudo isso saiu pela janela. Este é um recorde não convencional – pelo menos para a maior estrela pop do mundo. Também é brilhante.

O álbum de Swift em 2019, Lover, foi um retorno às suas composições românticas e exuberantes. Aquelas canções eram visões da primavera em rosa pastel e roxo, após as tempestades de inverno que assolavam a Reputação. O folclore, então, é a dor quente do final do verão, onde a paixão e a nostalgia prosperam; o cheiro de fumaça de madeira e vinho tinto paira no ar. Escrito e gravado isoladamente, inclui colaborações com os “heróis musicais” de Swift – Aaron Dessner do National, Bon Iver, e seu frequente parceiro de composição e co-produtor Jack Antonoff. Não há explosões pop aqui, apenas uma elegante poesia estruturada no piano.

Existem personagens que Swift nunca apresentou antes. Alguns são fictícios, ao que parece; alguns são inspirados por membros da família; algumas são pessoas que Swift deseja que ela não tenha conhecido. As músicas do folclore preocupam-se menos com as frases de primeira linha e mais com os pequenos detalhes. “Eu tenho esse sonho / você está se divertindo muito”, Swift canta no “1”. “Tendo aventuras por conta própria / Você conhece uma mulher na internet / E a leva para casa.”

“Cardigan” continua o que foi abordado na Reputação, destaque “Chame o que quiser”. Assustada pelo constante exame minucioso de sua vida pessoal, Swift está muito feliz por ter encontrado alguém que não se importa com seu passado. Os acordes marcantes fazem referência divertida aos “Anos-luz” do National, enquanto a cadência de saudade de Swift no refrão imita “Young and Beautiful” de Lana Del Rey. Os registros de Justin Vernon contrastam perfeitamente com suas entonações etéreas em “exíle”. O tipo vingativo de Swift aparece em “look what you made me do”, principalmente com o uso inicial da palavra “fuck” na música. Ao contrário de “Olha o que você me fez fazer”, porém, sua raiva agora não parece tão frágil – ela é uma bruxa de Macbeth, tecendo destinos, enquanto homens poderosos provam ser seus piores inimigos.

“Mirrorball”, escrito com Antonoff, é uma de suas melhores colaborações – é desinibida, onírica e cintilante. A instrumentação constrói como o swell das ondas antes que batam contra a costa. Swift sempre teve um talento especial para descrever comportamentos secretos em detalhes requintados – no folclore, ela se superou. “Olhe para esse idiota idiota que você me fez”, ela se desespera com “casos ilícitos”. “Você me ensinou uma língua secreta que não posso falar com mais ninguém / e você sabe muito bem / por você eu me arruinaria.” Indiscutivelmente, a música mais comovente do álbum é “seven” – com suas filigranas de violino e violão – prestando homenagem às amizades eternas da infância.

“Antes deste ano”, escreveu Swift no Instagram, “provavelmente pensaria demais em lançar essa música como o momento” perfeito “, mas os momentos em que vivemos continuam me lembrando que nada é garantido. Meu instinto está me dizendo que, se você faz algo que ama, deve divulgá-lo ao mundo. Talvez não houvesse um momento perfeito para lançar o Folklore. Mas é um álbum quase perfeito.

Resenha publicado pelo site independent e inteiramente traduzida pela nossa equipe, a do TSNBR (Taylor Swift News Brasil).

A menos que esteja morando embaixo de uma pedra, em uma ilha deserta com internet, você sabe que Taylor Swift acaba de lançou um novo álbum, Folklore.

Aaron Dessner, do National, teve grande participação no lançamento surpresa de Swift, que foi moldado em isolamento e apresenta uma colaboração com Justin Vernon, de Bon Iver, na faixa “Exile”.

Conversando com Zane Lowe na Apple Music, Dessner explicou como o álbum, acompanhado por imagens melancólicas em preto e branco, foi sonoramente modelado pelo quarentena.

Dessner produziu o disco e co-escreveu 11 de suas faixas, e muito se comunicava remotamente. Ele fala diz que “Se Taylor tinha uma ” forte ideia de música”, “ela tinha um mente um molde ou roteiro muito específico para a estrutura dela”.

Houve pouco desperdício neste projeto. Swift e Dessner estavam “muito concentrados” na tarefa em questão. “Foram meses de trabalho e acabaram sendo uma tonelada de trabalho, mas acho que foi possível por causa desse surto estranho que estava acontecendo”.

Agora que ele é capaz de dar um passo atrás e pesquisar seus esforços, Dessner reflete: “parece muito íntimo.” O assunto e “como a voz dela soa é muito crua e superficial e meio que com frequência total e simplesmente bonito”.

Para ter certeza, Swift estendeu a mão para Dessner, ele explica. Eles eram fãs em comum e rapidamente começaram a trabalhar em algumas idéias. Desde o início, alguma “química instantânea maluca” inspirou o processo.

Taylor é “realmente apenas uma das pessoas mais trabalhadoras, afiadas, focadas e talentosas que eu já encontrei. Então, como quando ela teve uma idéia, foi meio mágica e veio muito rapidamente”

O oitavo álbum do Swift, Folklore, vem com um vídeo de letra para cada música do álbum, 16 no total. Há mais um por vir com “The Lakes”, que não aparece nas plataformas de streaming, mas será apresentado nas versões físicas do conjunto, disponíveis em CD, cassete e vinil.

Matéria publicada pela billboard e traduzida inteiramente pela nossa equipe, a do TSNBR (Taylor Swift News Brasil).

error: Content is protected !!