Sejam bem-vindes Pop Swift Brasil! Nosso site não tem nenhum tipo de contato com a Taylor, sua família, amigos ou representantes. Todo conteúdo posto aqui é exclusivo de PSBR! Caso pegue algo, deem os devidos créditos. Site de fã para fã sem fins lucrativos.

post por: taylorswiftnbr | 30 de janeiro, 2021
A era “Lover”, e sua curta passagem.

Iniciada em 23 de agosto de 2019, a nova era “Lover” teve curta passagem, sem turnê devido a pandemia do COVID-19, os shows foram adiados. Mas isso só veio a acontecer no ano passado, antes de tudo o que está acontecendo pelo mundo a cantora lançava na data a cima seu novo projeto em nova gravadora, e com a promessa de ser diferente e realmente é maravilhoso, de encher os olhos.

Foto: Capa do sétimo álbum

Antes da nossa loirinha lançar o seu sétimo álbum, ela veio com as cores para nos mostrar o que há de bom rs. Com videoclipe “Me!” feat. Brendon Urie of Panic, fez todos pararem para procurar pistas do que seria o novo álbum e olha que teve, um letreiro com o nome “LOVER” de rosa, não passou despercebido, além de outras pistas.

Foto: Reprodução de tela.

No clipe da música “You Need To Calm Down” teve diversas pistas do novo álbum, deste número de faixas de música e até nome delas, com participações mais que especiais.

Foto: Reprodução de tela.

No mesmo ano o videoclipe venceu o  Grammy Award: Melhor Performance Solo de Pop ,  o seu lançamento aconteceu dia 17 de junho de 2019!

Lançado no dia 22 de agosto de 2019, um dia antes do novo álbum que levaria o mesmo nome, a Taylor lançava o videoclipe de “Lover” que é lindo e mostra o que esperar do novo projeto.

O álbum “Lover” teve também o clipe da música “The Man”, que fez várias referencias ao ser, que não se diz o nome, que estava com os direitos dos seus álbuns na época.

Em 24 de julho de 2020, Taylor Swift colocava fim a era das flores, e iniciava uma nova era, que rendeu bons frutos. Mais as perguntas que não querem calar, e agora? Oque será que vem por aí? A Taylor vai lançar novo álbum o seu decimo?

Isso só ela irá revelar, afinal ela sempre compartilhou com os fãs as novidades.

Matéria: Maria Clara

E já aconteceu a tão esperada e inesperada estreia do oitavo álbum da Taylor Swift, sem aviso e sem grandiosas divulgações como foi o “Lover” a cantora mais amada do mundo lançou o seu álbum intitulado “Folklore”. Muitos se perguntam e agora? Oque vai acontecer com a tour do ano que vem que tinha o nome de “Lover Fest”? Será que terá outra temática? São tantas perguntas que resolvemos responder algumas, porém antes de tudo tivemos algumas informações com nassa fonte exclusiva que nos contou sobre tudo isso. Vamos ao que interessa não é mesmo”

Em 23 de Agosto de 2019, Taylor Swift nos presenteava com o seu sétimo álbum de estúdio o “Lover”,com a temática de flores, amor e autoaceitação. Ela lançou um clipe lindo o “ME!”com o cantor  Brendon Urie, o video fazia refencias ao que estaria por no novo álbum, logo na sequencia ela veio com “You Need To Calm Down” que tinha a participação de vários artistas, entre eles a cantora” katy perry”.

O novo projeto explodiu nas plataformas digitais e record em vendas físicas, mais não superou em números os seus álbuns anteriores. Taylor precisa de lançar algo novo e logo, não que o”Lover” seja ruim, ele é perfeito, mais a mente inquieta da loirinha não queria ficar parada, colocou em praticas suas canções escritas á algum tempo e resolver dá vida a elas, com um toque de mais romantismo e menos agitação de balada, Taylor lançou no dia 24 de Julho de forma inesperada o seu oitavo álbum, que só estava previsto para ser lançado em 2022, mais ela antecipou e só avisou a Republica Records do lanamento em cima da hora, para ter uma certa surpresa.

E por sinal teve, de todo o mundo, Taylor Swift não só lançou, como está em primeiro lugar em várias partes do mundo com seu novo projeto, derrubando o seu álbum anterior. Mais vale lembrar, todos os álbuns da Taylor estão nos mais ouvidos do Spotify e App Music.

Mais e agora? Oque acontece depois do novo álbum?Bom fomos em busca de resposta para tais perguntas. Uma de nossas fontes nos garantiu que a nova tour poderá ter sua temática alterada ou até mesmo misturada com o novo álbum, segundo esta fonte a Taylor estaria super animada com os resultados do “Folklore” e que pra ela é gratificante o apoio de todos. Além disso ela teria dito diversas ideias para a nova turnê que acontecerá se Deus quiser em 2021, ou seja poderemos sim ter um novo estilo para esses shows que estão por vim.

De todo o modo, ganhamos dois álbuns praticamente de vez rs, um melhor do que o outro.

Texto: Carol Martins- Editora do TSNBR (TAYLOR SWIFT NEWS BRASIL)

Como foi anunciado aqui em nosso site, a música “Cruel Summer” vai realmente virar single do álbum “Lover”, inclusive a canção está no Tik Tok como áudio oficial, além disso a Republic Records incluiu ela em sua playlist “Heat”, do Spotify.

Já amamos ela, agora vamos poder compartilhar ainda mais!

Hoje faz 9 meses em que a Taylor Swift lançava para mundo o seu sétimo álbum de estúdio intitulado “Lover”, fugindo do estilo abordado em seu trabalho anterior a cantora mostrou que pode sim se reinventar em seus álbuns. Separamos algumas curiosidades desde álbum, que esta deixando todos nós ainda mais orgulhosos dela!

Primeiro single da era “Lover”.

Ao lado Brendon Urie, Taylor swift lançava o seu mais novo sucesso em plena madrugada aqui no Brasil, intitulado “Me!” e logo dias depois lançava o seu videoclipe cheio de segredos e palavras que todos nós especulávamos, pra saber qual era o nome do novo álbum que ate então não tinha sido divulgado!

Mais essa curiosidade teve um fim, no dia 23  de agosto de 2019 era finalmente lançado o seu sétimo álbum o Lover que conta com uma variedade de estilos, amor, animação uma mistura de sentimentos. Sua estreia não poderia ser diferente, record de vendas nas plataformas digitais e em forma física, aqui no Brasil o álbum só foi chegar nas lojas um mês depois mais isso não foi nada demais, e mais uma vez vendeu muito rápido.

Novo single “You Need to Calm Down”.

No dia 29 de junho já vinha a Taylor, dando outro tiro rs lançando o clipe da música “You Need to Calm Down”(“Você precisa se acalmar”) que está presente em seu novo disco, logo de cara vimos um videoclipe perfeito, sem essas coisas de politicamente correto, o correto é ser feliz!

No vídeo podemos ver várias de drag queens que representam a diversidade, e vários artistas como Ariana Grande e Lady Gaga eu amei tudo no clipe serio gente.

“You Need to Calm Down” contou também com a presença então misteriosa de katy perry, que fez as pazes com a Taylor e alegrou os corações dos fãs das duas.

Clipe “Lover”.

Em 29 de agosto de 2019 era lançado o clipe “Lover” recheado de amor e carinho, o videoclipe faz referencias aos seus 6 álbuns anteriores com cores diferentes em cada comodo da casa, quem fez par romântico com a cantora foi ator e dançarino Christian Owens ele participou das duas últimas turnês da Taylor Swift.

Taylor Swift caraterizada como um homem.

Em 28 de fevereiro era a vez da música “The Man” ganhar um clipe, a cantora se caraterizou toda de homem, completamente escroto que mandava em todos e não ligava para ninguém, no vídeo ela faz referencia aos seus seis álbuns que estão sob controle de sua antiga gravadora, pelo menos por enquanto afinal ela voltará a ter os direitos de suas músicas no final deste ano!

Este ano a Taylor Swift iria realizar sua turnê intitulada “Lover Fest” e passaria pelo Brasil, com duas apresentações em São Paulo, porém devido a pandemia do novo coronavírus! Sua nova tour ficou para 2021, e terá total cobertura do nosso site em todas plataformas digitais e em Podcasts.

Celebramos juntos esse lindo trabalho, ouvindo e compartilhando ele ainda mais! Obrigada Taylor por tudo!

Texto: Nathalia Santos (Colunista e redatora do TSNBR)

O especial “Taylor Swift City of Lover Concert” da ABC não divulgou os números da audiência no momento que estava ao vivo, porém foi classificado como o programa de rede número 1 em audiência no seu horário de exibição.

Segundo os dados nacionais rápidos publicados pelo Showbuzz, o especial teve uma classificação de 0,5 adultos entre 18 e 49 anos e teve uma média de 3,63 milhões de espectadores. O especial perdeu grande parte do público que assistia o “American Idol”, que alcançou uma classificação de 1,0 e 7,25 milhões de espectadores nas 21:00 horas.

Porém no quesito números, até que se saiu bem pelo ponto vista competitivo, superando os programas rivais das 22:00 da NBC e da CBS em adultos entre 18 e 49 anos e no total de espectadores (o final da série “The Last Dance”, que foi ao ar na rede de TV a cabo da ESPN, sem surpresa ganhou o intervalo de tempo geral – e certamente representou forte concorrência pela “Cidade do Amante”).

O especial “Lover”, foi filmado em Paris no ano passado. Logo após sua exibição, o álbum voltou ao Top 3 da tabela de vendas do iTunes nos EUA.

Matéria publicado por Headline Planet e inteiramente traduzida por nós do TSNBR.

Acontecerá no dia 6 de junho a partir das 16h pelo horário de Brasília, o YouTube realizará o Dear Class of 2020, tratasse de um festival virtual ao vivo a onde terá a participação de diversos artistas consagrados, celebridades e personalidades importantes!

A cantora Taylor Swift está confirmada no evento , que também contará com a presença do ex presidente Barack Obama, a cantora Beyoncé, a ativista Malala Yousafzai e Lady Gaga além de muitos outros grandes nomes.

Não se esqueça de ativar o lembrete do vídeo, do canal oficial desse mega evento virtual, nos do TSNBR estaremos ligadinhos!

Foi ao hoje pela rede americana abc o show gravado em Paris, no ano passado intitulado “Taylor Swift City Of Lover” o especial foi lindo, tirando a parte de ter mais comerciais do que tudo, o resto tava perfeito! Lembrando que mais tarde o show estará disponível nos aplicativos de streaming do @disneyplus.

Vimos uma Taylor maravilhosa e muito feliz, por todos estarem ali para ver-lá! Ela não cantou todas as músicas do novo álbum, porém cantou muito bem rs, queria está falando sobre o inicio da nova tour, mais infelizmente devido a pandemia do COVID-19 a tour ficou para o ano que vem, tudo isso para o bem de todos.

Nos do TSNBR estamos orando todos os dias, para que tudo volte a sua normalidade, e que Deus cuide de todos nós!

post por: taylorswiftnbr | 16 de maio, 2020
Saiba como pode assistir o City of Lover Concert.

Será exibido amanhã pela rede americana abc, o City of Lover Concert show que foi realizado em setembro de 2019 em Paris. Nos do TSNBR separamos alguns links que você poderá conferir esse lindo show!

. https://ustvgo.tv/abc-live-streaming-free/

.https://www.stream2watch.ws/live/watch-ABC-TV-online

. http://123tvnow.com/watch/abc/

O concerto deve ser exibido às 23 horas da noite pelo horário de Brasília, todos do TSNBR estarão ligadinhas (o) e iremos fazer uma ampla cobertura em nossas redes sociais!

De acordo com um radialista americano a cantora Taylor Swft deve lançar a música “Cruel Summer” , como um single do álbum Lover! Vale ressaltar que a cantora deve transformar outras canções do atual álbum, como futuros singles para esquentar os fãs e movimentar as rádios pelo mundo a fora.

post por: taylorswiftnbr | 31 de agosto, 2019
Exclaim!: Crítica do Lover

Taylor Swift finalmente parece estar feliz.

Ela percorreu um longo caminho desde suas inocentes músicas de amor adolescente até sua fase de garota solteira e festeira na 1989 até sua vibe eu-contra-os-haters do reputation – e o Lover prova isso. 

O álbum é uma doce e sonhadora coleção de músicas que capturam a imagem de uma jovem que finalmente sabe o que quer em um parceiro para a vida toda, e parece ter encontrado.

A faixa título é um ode orquestral para as minúcias mundanas e o otimismo sobre um longo e feliz futuro, passado com alguém que ela chama de seu. É simples e comovente, com um tom de valsa, e uma das melhores músicas de amor de Swift até hoje. “The Archer” e “Afterglow” são mais reflexivas e introspectivas, com sutis synths dos anos 80 e compartilhando os poucos momentos de auto-dúvida no álbum.

Mas, na maior parte das vezes, as músicas soam como se saídas da fase “lua de mel”, no começo de um relacionamento. “I Think He Knows” e “London Boy” descaradamente deliciam-se na tontura de um novo amor, enquanto o choque otimista de “Paper Rings” e a doçura synth-pop de “Cornelia Street” posicionam esse novo amor como eterno. 

“False God” e “Afterglow” mostram uma Swift mais madura tanto no assunto quanto no som, falando sobre seus próprios defeitos em relacionamentos (algo que ela é frequentemente acusada de não fazer) e atraindo sons do R&B dos anos 90 na primeira e mais synths na segunda. 

Claro, ainda há algumas histórias de amor meio “conto de fadas” no Lover, como “Miss Americana and the Heartbreak Prince” (que já foi interpretada como uma grande alegoria política sobre a América e os democratas, por alguns) e a história amigos-de-infância-que-viram-namorados em “It’s Nice To Have a Friend” (com participação de estudantes da Regent Park School of Music, de Toronto).

Há algumas exceções que vão além do romance – a primeira faixa “I Forgot That You Existed” deixa claro desde o começo que Swift cansou de dramas insignificantes, mesmo que ela não perdoe ou esqueça; “The Man” pode soar como uma faixa pop animada, mas liricamente, é uma crítica devastadora ao machismo (particularmente na indústria musical); e “You Need To Calm Down” mostra Swift finalmente tornando público seu apoio à comunidade LGBTQ+ (mesmo que de forma desajeitada). E então temos “ME!”, que é uma exceção por todos os motivos errados – música de banda de marcha, um refrão enfurecedor de tão irritante e uma mensagem de amor próprio vinda direto de um especial para crianças – que incomoda mais ainda quando Brandon Urie do Panic! At the Disco substitui Swift nos vocais. 

Porém, a melhor de todas é “Soon You’ll Get Better”. Começando apenas com um violão, mostra Swift vulnerável como nunca esteve enquanto canta para sua mãe, que foi recentemente re-diagnosticada com câncer. “Você vai melhorar logo, porque você precisa”, ela implora, com backing vocals incríveis das Dixie Chicks. É um sentimento familiar para qualquer um que já perdeu ou quase perdeu alguém próximo, e é a prova viva de que Swift não precisa escrever sobre seus ex-namorados para escrever uma música de amor triste e de partir o coração.

Seguindo a mentalidade diversão-o-tempo-todo do 1989 e o resultado caótico de uma retaliação pública do reputation, Lover mostra Swift de volta a um solo estável. Suas composições estão mais cuidadosas, detalhadas e impressionantes que jamais estiveram, ela se situou em um espaço perfeito no pop, e parece que estar completamente apaixonada fez sua cabeça viajar até as nuvens um pouco. A melhor parte: Lover deixa que os fãs entrem no devaneio junto com ela. 

Matéria do site Exclaim!

error: Content is protected !!